Sérgio Conceição comentou a reação de Luisão, que na Supertaça frente ao FC Porto, desempenhou o papel de diretor desportivo do Benfica, na ausência de Tiago Pinto. No final do jogo, ganho pelos 'dragões' por 2-0, o antigo capitão das águias dirigiu-se aos jogadores da sua equipa de forma pouco usual, insatisfeito com a prestação da equipa.

Em declarações ao jornal 'Record', Sérgio Conceição frisou que, se fosse no FC Porto, ele não gostaria que um diretor desportivo se dirigisse à equipa daquela forma.

"Tenho muito respeito pelo Luisão, pelo Rui Costa, por todos os que dão o seu contributo às suas equipas, sejam eles jogadores, treinadores, diretores, seja o que for, mas nesta situação, neste papel de diretor, eu não gostava [da reação frente aos jogadores]. Não permitiria a alguém que pertence a estrutura do futebol dirigir-se aos jogadores até porque o máximo líder no balneário é o treinador. É o que acho, com toda a sinceridade", começou por dizer.

"Eu não sei que palavras o Luisão dirigiu aos jogadores, mas se me pergunta se eu gostava [daquela reação], não, não gostava. Não acho correto", completou.

Após o apito final na derrota do Benfica frente ao FC Porto na Supertaça Cândido de Oliveira, Luisão dirigiu-se aos jogadores encarnados e de dedo levantado, deu-lhes um autêntico raspanete, o que apanhou até Jorge Jesus de surpresa. Jorge Jesus já tinha desvalorizado o assunto, negando que o antigo capitão do Benfica tenha feito "qualquer repreensão aos jogadores".

"O Luisão não deu reprimenda alguma aos jogadores. Não gosta de perder, como não gosta o treinador nem os jogadores. Foi capitão de equipa durante vários anos, estava triste como estou eu, o Rui [Costa], e todos... Deu uma opinião. Não deu qualquer repreensão aos jogadores. Disse que foi a primeira final que perdemos, que sirva para a gente aprender, que o Benfica é o Benfica", revelou Jorge Jesus em conferência de imprensa.

Na altura, o treinador dos encarnados acabou por intervir para tentar acalmar Luisão. Segundo a imprensa nacional, Jorge Jesus não ficou satisfeito com a reação do antigo central do Benfica, assim como alguns jogadores.

Luisão já se defendeu e numa publicação nas redes sociais, o antigo o capitão do Benfica explicou a "frustração pela não conquista da supertaça" e revelou ainda porque não festejou o 14.º aniversário de casamento junto da mulher, tudo devido à "responsabilidade de um jogo."

"Um misto de sentimentos ontem desde 'Frustração pela não conquista da Supertaça… não falar com a esposa no dia de aniversário de 14 anos de casados (pela responsabilidade de um jogo) 23/12... da mensagem emotiva aos Jogadores falando sobre o sentimento da dor de uma derrota e o quão é importante saber que esse sentimento dói e muito… e não conseguir passar o Natal com família que está no Brasil, colocando em primeiro lugar o compromisso de um objetivo", escreveu numa publicação nas redes sociais.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.

Ajude-nos a melhorar o SAPO Desporto