Na antevisão da partida frente ao Portimonense, Sérgio Conceição estranhou o 'timing' do castigo imposto ao FC Porto, depois dos dragões terem sido punidos om um jogo à porta fechada por agressão a agente desportivo na final da Taça frente ao Sporting.

"Não tenho muito a comentar sobre isso. Posso estranhar um bocadinho o timing em que isto veio cá para fora porque já foi há 9 meses. Demorou um parto de uma criança. A FPF não se pronunciou e não me cabe a mim comentar esse tema."

Partida difícil ante o Portimonense?

"Vamos ver. isso depende da estratégia do adversário. O treinador tem pouco de tempo de trabalho, Já defrontámos equipas na mesma situação. Temos de olhar paras individualidades, mas mais importante somos nós, é a forma como vamos quer ganhar estes três pontos importantes na nossa caminhada. Para ganhar temos de estar fortes, estar bem, e temos de fazer pela vida. Com o final do campeonato a aproximar-se, as equipas sabem que o tempo começa a encurtar-se."

Pedro Proença diz que os clubes devem ser responsabilizados pelos atos dos seus adeptos. Concorda?

"Não sou dirigente. Posso vir a ser. Falo disso quando pagar o almoço."

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.