Cerca de 800 sócios enchem, neste momento, o Multidesportivo de Alvalade onde decorre a Assembleia Geral do Sporting. Em cima da mesa estava a aprovação do relatório e contas do clube, mas perante as recentes manifestações de contestação à direcção e os maus resultados desportivos esperava-se que os sócios quisessem pedir contas sobre o actual momento que atravessa o Sporting.

Numa mais acalorada discussão houve sócios que se envolveram em confrontos físicos e foi necessário um reforço policial para acalmar as hostes.

Perante este cenário, alguns sócios decidiram abandonar a Assembleia tristes com a situação. Um desses sócios foi o antigo atleta do clube, Bessone Basto.

Em declarações aos jornalistas, Bessone Basto mostrou-se triste com o rumo dos acontecimentos: "São coisas que não podem acontecer. Já se sabia que a Assembleia Geral ia ser quente, mas isto é muito triste. Foi a primeira vez que se registou uma situação de pancadaria numa Assembleia Geral do Sporting".

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.