O Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) anunciou hoje a abertura de um processo de inquérito ao jogo Vitória de Setúbal-Sporting, na sequência dos incidentes ocorridos no Estádio do Bonfim.

No sábado, os ‘leões’ venceram os sadinos por 3-1, em jogo da 16.ª jornada da I Liga portuguesa, que ficou marcado por alegados incidentes entre dirigentes das duas equipas, entre os quais os presidentes dos dois clubes, Frederico Varandas e Vítor Hugo Valente.

O presidente do Sporting foi igualmente alvo da ira dos adeptos do Vitória de Setúbal, que se aproximaram da tribuna presidencial e insultaram o líder ‘leonino’.

O Vitória de Setúbal tinha solicitado o adiamento do jogo com o Sporting devido a um surto de gripe e a uma virose que afetou vários jogadores da equipa de futebol, mas o Sporting impôs como condição a realização de uma junta médica, com médicos indicados pelo Sporting, pelo Vitória de Setúbal e pela Liga de clubes.

A proposta do Sporting foi recusada pelo Vitória der Setúbal e o jogo, tal como previsto, realizou-se no sábado à noite no Bonfim.

Após o jogo, o presidente dos ‘sadinos’ anunciou o corte de relações com o clube de Alvalade enquanto Frederico Varandas for presidente do Sporting.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.