Jorge Jesus perdeu o consultor motivacional Evandro Mota, que integrava a sua equipa técnica no Sporting.

De acordo com o jornal Record, o especialista - que já trabalhava com o treinador no Benfica e o acompanhou na mudança para Alvalade - não era consensual dentro da estrutura leonina, muito por força do salário auferido: cerca de 250 mil euros por ano.

Assim, depois de já ter acompanhado o Brasil na Copa América, Evandro Mota e a direção do Sporting chegaram a acordo para a rescisão de contrato.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.