O relatório e contas da época 2014/15 e o orçamento para 2015/16 da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) foram hoje aprovados sem votos contra, em Assembleia Geral ordinária.

Na primeira reunião magna do dia, os clubes reunidos aprovaram sem votos contra o relatório e contas de 2014/15, do qual consta um saldo negativo de 640 mil euros, assim como o orçamento para a presente temporada, que prevê um resultado positivo de 1,5 milhões de euros (ME).

Fonte oficial da LPFP deu conta à agência Lusa de que este é o primeiro orçamento com resultado positivo das últimas quatro temporadas, salientando que depois deste documento, marcado pela “contenção”, o organismo pretende promover o seu “crescimento”, em 2016/17 e 2017/18, e a “consolidação”, na última época do mandato de Pedro Proença.

Para quantificar esta pretensão, a mesma fonte realçou a ambição de passar dos 10,7 ME de rendimentos em 2014/15 para os 18 ME em 2018/19.

Depois desta Assembleia Geral ordinária, os sócios da LPFP vão reunir-se numa reunião magna extraordinária para debater a proposta de distribuição das verbas da Taça da Liga da presente temporada, assim como da regularização dos montantes atribuídos em 2012/13 e 2013/14.

Além disso, nesse segundo momento, vai ser ainda votada a proposta da direção sobre a distribuição das verbas resultantes do jogo de apostas desportivas Placard.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.