Costinha, ex-futebolista do Desportivo de Chaves, definiu-se este sábado como um “jogador muito aguerrido” e garantiu que irá “dar tudo em todos os jogos” pelo Santa Clara, o seu novo clube.

"Não quero prometer nem golos nem assistências. Só posso prometer que vou dar tudo em todos os jogos. É uma das minhas características, sou um jogador muito aguerrido, que dá tudo em campo. É isso que vou prometer", afirmou Costinha, na conferencia de imprensa de apresentação como reforço do Santa Clara, no Estádio de São Miguel, em Ponta Delgada.

O jogador, de 27 anos, disputou 11 jogos em 2019/20 ao serviço do Chaves, da II Liga, na segunda temporada ao serviço dos transmontanos, depois de ter chegado na época 2018/19 oriundo do Vitória de Setúbal, no qual jogou três temporadas e meia.

Costinha mostrou-se orgulhoso pelo regresso à I Liga do futebol português e por chegar a um clube que "representa uma região".

"Sei que cheguei a um clube que representa uma região, representa o povo açoriano no escalão mais alto e, como é óbvio, estou muito contente por estar aqui. É um orgulho imenso e espero corresponder as expectativas", afirmou.

A primeira contratação do ‘mercado de inverno' dos açorianos considerou que a adaptação ao novo clube vai ser "muito mais fácil", devido à presença de anteriores colegas no Vitória de Setúbal, como Santana, Zé Manuel ou Fábio Cardoso.

Já com os olhos postos no próximo jogo do campeonato, frente ao Desportivo das Aves, Costinha assinalou que acredita que pode "dar um contributo" para o Santa Clara voltar aos triunfos, que para o campeonato não acontecem há sete jornadas.

“Há muita qualidade na equipa, simplesmente, às vezes, é falta de confiança, porque os resultados não aparecem e às vezes um resultado muda tudo. É isso que vamos tentar fazer no próximo jogo com o Desportivo das Aves", disse.

O médio frisou que irá "fazer tudo" para permanecer os três anos de contrato nos Açores, apontando como objetivo assegurar a permanência na I Liga e conseguir um feito inédito na história do clube.

"Espero fazer os três anos de contrato aqui, vou fazer tudo por isso. O Santa Clara nunca teve mais do que três anos na I Liga e esse é o objetivo principal já esta época. Depois, é dar seguimento ao trabalho que tem sido realizado e muito bem feito. É isso que vamos tentar fazer: é história", destacou.

O Santa Clara revelou ao início da tarde de hoje, em comunicado, ter chegado a acordo para a contratação do jogador, descrevendo-o como um médio que tanto "pode desempenhar funções no miolo do terreno, como descaído para as alas".

Além de Desportivo de Chaves e Vitória de Setúbal, Costinha passou, na formação, por FC Porto e Académica, tendo iniciado a carreira no Sertanense, passando pelo Tocha e ingressando depois no Fredericia (da Dinamarca) e no Lusitano de Vildemoinhos.

O Santa Clara é o atual 15.º na I Liga, com 14 pontos, sendo esta a única competição em que está inserido, em virtude das eliminações de Taça de Portugal e Taça da Liga.

No próximo jogo, marcado para sábado, dia 04 de janeiro de 2020, os açorianos deslocam-se ao reduto do Desportivo das Aves, o lanterna-vermelha do campeonato, com seis pontos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.