A Assembleia Geral (AG) do FC Porto, agendada para 30 de novembro, foi adiada, sem data marcada, devido a um “parecer desfavorável” das autoridades sanitárias, em consequência da evolução da pandemia de covid-19, informa hoje o clube.

Em edital publicado no Jornal de Notícias, o FC Porto informa que recebeu um “parecer desfavorável” da Unidade de Saúde Pública em relação à realização da reunião magna, destinada à votação e apreciação do relatório e contas do período compreendido entre 01 de julho de 2019 e 30 de junho de 2020.

Depois de se reunir, a Mesa da Assembleia Geral do FC Porto decidiu adiar a AG, “aguardando pela evolução da situação epidemiológica em Portugal, designadamente na região [Norte], por forma a que estejam reunidas as condições de segurança para a sua realização”.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.