O Gil Vicente, da I Liga portuguesa de futebol, espera ‘luz verde’ da Direção-Geral da Saúde (DGS) para voltar ao trabalho, após os treinos terem sido novamente suspensos, revelou hoje à Lusa fonte oficial dos minhotos.

O clube barcelense, que conta 15 infetados com o novo coronavírus, incluindo o treinador Rui Almeida e 10 jogadores, treinou na manhã de quarta-feira, na sequência dos testes realizados na terça-feira, todos negativos, mas ficou impedido de cumprir o apronto marcado para as 16:00 de hoje, após a suspensão decretada pelo delegado de saúde local na noite de quarta-feira.

Os ‘galos’ não receberam até ao momento qualquer notificação da DGS para treinarem, continuando a aguardar informações desta entidade, esclareceu ainda a fonte oficial.

Depois de registados 15 casos de infeção entre sexta-feira e domingo, o plantel gilista cumpriu quarentena entre domingo e terça-feira.

O adversário dos ‘galos’ na primeira ronda do campeonato, o Sporting, em partida marcada para as 18:30 de sábado, também já registou vários casos de covid-19, razão pela qual a realização do encontro está ainda a ser analisada pela DGS, segundo disse, na quarta-feira, a diretora-geral, Graça Freitas.

A pandemia de covid-19 já provocou pelo menos 941.473 mortos e mais de 29,9 milhões de casos de infeção em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 1.888 pessoas dos 66.396 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.