Daniel Carriço leu um comunicado em nome do grupo de trabalho onde demonstrou toda a indignação dos jogadores do Sporting pela forma abusiva como o grupo tem sido tratado. Ao lado do defesa central estiveram também os outros capitães de equipa do Sporting, Tiago e Polga

"O plantel do Sporting lamenta profundamente as excessivas notícias
falsas que têm sido publicadas por alguns órgãos de comunicação social
e decidiu manifestar publicamente a sua indignação, pela forma como têm
sido tratados os profissionais do clube desde o início da presente
temporada", leu Carriço em nome do grupo de trabalho.

O plantel do Sporting está indignado com as notícias falsas que têm vindo a público com mais insistência nos últimos dias. O alegado desentendimento entre Liedson e Djaló, no intervalo do jogo com o Nacional, e a forma como tem sido apresentada a imagem de Costinha no clube são alguns dos motivos da indignação leonina.

"A forma abusiva e destabilizadora como têm sido abordados alguns assuntos acentuou-se nos últimos dias, com a invenção de um caso entre os nossos colegas Liedson e Yannick Djaló, e a absurda divulgação de uma suposta lista de medidas que deve envergonhar quem a escreveu e quem a decidiu publicar. A imagem criada à volta do nosso director é asquerosa, por se tratar de uma notícia que não é verdadeira", leu Carriço no comunicado.

"São duas notícias completamente falsas, que visam atingir um grupo de trabalho sério e que não quer continuar a assistir em silêncio às permanentes tentativas de divisão que vêm do exterior. Não admitimos que tratem este grupo de trabalho de forma leviana ou irresponsável, pois somos profissionais conscientes, unidos e lutamos pelo mesmo objectivo. Esta é a posição tomada pelo grupo de trabalho", conclui Carriço.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.