O treinador do Boavista, Daniel Ramos, afirmou hoje considerar "difícil" manter-se no comando técnico da equipa da I Liga de futebol na próxima temporada, "por razões que não interessa adiantar".

Daniel Ramos falava durante a conferência de imprensa de antevisão do encontro com o Rio Ave, no sábado, às 19.00, no Estádio do Bessa, no Porto, para a 34.ª e última jornada da I Liga portuguesa de futebol desta época.

Num primeiro momento, o técnico ‘axadrezado’ disse que, “infelizmente”, não irá continuar e depois foi menos categórico quando instado a confirmar se tal posição já era oficial, argumentando que no futebol tudo muda rapidamente.

"Em relação a isso [a sua relação profissional com o Boavista] não quero adiantar muito. Acho difícil a minha continuidade e fico-me por aqui", completou Daniel Ramos, cuja continuidade começou a ser questionada há já algumas semanas devido a notícias de que o Boavista já teria contratado outro treinador para o substituir.

Daniel Ramos assumiu o comando técnico do Boavista na 15.ª jornada, em substituição de Lito Vidigal e quando a equipa ocupava o 9.º lugar da classificação do campeonato, com 18 pontos. Hoje, quando resta só uma jornada para o fim, os axadrezados estão no 11.º posto, com 39 pontos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.