O treinador do Marítimo, Daniel Ramos, realçou hoje que pretende ver a sua equipa melhor nas partidas fora, na antevisão da visita ao Vitória de Setúbal, no sábado, da nona jornada da I Liga portuguesa de futebol.

Os insulares perderam dois dos três jogos realizados na condição de visitante no presente campeonato, um registo inverso ao que tem vindo a acontecer nos Barreiros, onde o Marítimo já leva 20 jogos seguidos sem conhecer o sabor da derrota.

"Há um grande objetivo neste jogo, que é nós conseguirmos ser mais Marítimo do que temos vindo a ser fora e este é o desafio que coloquei à equipa. É sermos mais Marítimo, que é ser aquilo que temos vindo a demonstrar mais em casa", afirmou o treinador, em conferência de imprensa.

Os aspetos a mudar passam pela mentalidade e a abordagem ao jogo, na qual o técnico ‘verde rubro' ambiciona um Marítimo mais arrojado e presente, jogando menos na expetativa.

"Recordando os nossos últimos jogos fora, temos tido comportamentos bons, misturados com comportamentos que não gosto, e este desnível está a acontecer com alguma regularidade. Tem de ter comportamentos positivos muito mais presentes e duradouros e que, na análise feita no final da semana, possamos dizer que a equipa está nesse trajeto ascendente fora de casa", acrescentou.

O Marítimo desloca-se ao Bonfim sem poder contar com sete jogadores, sendo que a última das baixas é a de Bebeto, jogador preponderante no ‘xadrez' de Daniel Ramos e que foi eleito defesa do mês de setembro.

"O Bebeto está com algumas queixas já da semana anterior. Ele está com grandes dúvidas porque sente que não está a 100%. Fiz uma avaliação e o Bebeto não vai ser convocado porque não está a 100%, que é o que nós precisamos", revelou Daniel Ramos.

Mesmo sem poder contar ainda com os lesionados Coronas, Ghazaryan, Pablo e Luís Martins, o técnico disse ter confiança nas opções disponíveis.

"Acredito nos jogadores que vão, como já o demonstraram em jogos anteriores. Têm a minha confiança, a responsabilidade de colmatar essas ausências e, se possível, ganharem, com a oportunidade de jogo, a titularidade na equipa nos jogos a seguir", respondeu.

Daniel Ramos comentou ainda as expulsões de Erdem Sen e Ricardo Valente no jogo da Taça de Portugal, com o Torcatense, dizendo que a do médio turco-belga podia ter sido evitada, tendo faltado concentração ao jogador, e que a do extremo português foi "absurda e injusta", na mesma linha do cartão vermelho exibido a Zainadine em Guimarães.

O Marítimo, quarto classificado com 16 pontos, visita o Vitória de Setúbal, 13.º com sete, no sábado, pelas 18:15, com arbitragem de Vasco Santos, da associação do Porto.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.