O Desportivo das Aves falhou a entrega do recurso ao impedimento de se inscrever nas competições profissionais, determinada pela Comissão de Auditoria da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP), e deve mesmo rumar ao Campeonato de Portugal.

Segundo avança o jornal desportivo 'O Jogo', os avenses não entregaram o recurso até à meia noite de ontem na Liga e resta apenas saber se este foi enviado por correio antes dessa referida hora. Caso não tenha mesmo sido entregue, o clube é despromovido das competições profissionais.

O mesmo jornal acrescenta que o Desportivo das Aves teve dificuldades em reunir a documentação necessária para o efeito, bem como argumentos que salvem o clube da despromoção. Ao contrário do que foi feito pelo Vitória de Setúbal.

Recorde-se que o Desportivo das Aves e o Vitória de Setúbal reprovaram os processos de licenciamento rumo à próxima temporada, tendo os nortenhos, que terminaram a I Liga na 18.ª e última posição, com 17 pontos, outros tantos abaixo da zona de salvação, e a despromoção consumada desde 29 de junho, infringido 3 pressupostos legais e 13 critérios financeiros.

Em causa está o incumprimento de “inexistência de dívidas a sociedades desportivas, jogadores, treinadores e funcionários”, da “regularidade da situação contributiva perante a Autoridade Tributária e a Segurança Social” ou do “compromisso de entrega das contas”, conforme indica um comunicado emitido pelo organismo presidido por Pedro Proença.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.