Após o empate diante do Vitória de Guimarães (2-2), Di Maria não escondeu a frustração pelo resultado e lamentou o tempo de compensação de seis minutos concedido pelo árbitro Luis Godinho. Para o argentino há desproporção na atribuição do tempo de descontos por comparação aos dois rivais diretos.

"O campo não estava em boas condições, não se podia jogar, era difícil jogar e controlar a bola. Fizemos uma boa partida, merecíamos mais do que o empate. Mas, como digo sempre, estamos a jogar contra todos. Houve substituições, muitas vezes perderam tempo, o guarda-redes e outros, e houve apenas seis minutos. Contra o FC Porto e o Sporting dão 10 ou 11 minutos de compensação. Este ano é assim, temos de continuar a trabalhar sozinhos", disse.

Sobre o jogo, Di Maria lamentou, uma vez mais, o estado do relvado, mas reconhece a necessidade de melhorar.

"Creio que o que fizemos no jogo com o campo foi bom. Era difícil controlar a bola, mas fizemos um bom jogo e penso que merecíamos mais. Entrámos muito fortes na segunda parte para tentar dar a volta ao resultado. Tivemos várias jogadas em que podíamos ter marcado, mas é assim. Temos de melhorar. Saímos daqui com um ponto importante contra um rival difícil".

Por fim, apesar do empate, o médio dos encarnados não atira a toalha ao chão. "Ainda vamos ter mais um jogo contra o Sporting e eles ainda têm outros jogos difíceis pela frente. Vamos continuar a trabalhar para melhorarmos os resultados", concluiu.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.