Dias Ferreira, advogado de 71 anos e candidato à presidência do Sporting, vai a votos pela segunda vez.

O antigo dirigente do clube garante que se candidata por dever e não por ambição e sublinha que não chegou ao Sporting agora.

"Não sou paraquedista, não cheguei agora ao Sporting. Cheguei há quase 40 anos, como dirigente, e 55 como sócio. E fui dirigente em muitas outras áreas do desporto", afirmou em entrevista ao jornal Record.

Apesar de ter obtido 17% nas eleições de 2013, Dias Ferreira está empenhado em vencer.

"As circunstâncias [agora] são diferentes. Em 2011, era muito bipolarizada. De um lado, a continuidade, e dentro dos que se opunham, Bruno de Carvalho era o mais radical. Na véspera, as sondagens davam-me 1 por centro e mesmo assim tive 17 por cento. É um salto muito grande. Neste momento tenho o atrevimento de pensar, que apesar desta dispersão, vou fazer tudo o que for possível para ganhar estas eleições com mais de 50%", acrescentou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.