Dias Ferreira lançou duras críticas à escolha de Luís Duque como candidato à presidência da Liga dos Clubes. O antigo dirigente do Sporting foi mais longe e considerou “uma vergonha” a decisão resultante da última reunião entre os clubes profissionais.

"O futebol português, mais uma vez, bate fundo. A situação é uma vergonha. Resolvem-se assuntos sérios na base de alguma vingança e provocação", começou por dizer Dias Ferreira em declarações à Rádio Renascença.

"As pessoas que tomam decisões destas não estão à altura das instituições que representam. São manobras de baixo nível. O doutor Luís Duque é uma pessoa inteligente e, conscientemente, percebe que o que está a fazer não está bem. Compreendo que ele esteja magoado, mas não me parece que aceitar um lugar destes, sabendo que é algo contra o Sporting, seja uma coisa que passe pela cabeça de um sportinguista", acrescentou o conhecido adepto dos "leões".

Dias Ferreira comentou ainda a união entre Pinto da Costa e Luís Filipe Vieira na escolha do candidato.

"Já há muito tempo que [Benfica e FC Porto] andam unidos. Dizem que querem um Sporting forte, mas não querem. É tudo conversa fiada. Quando as pessoas têm uma determinada dimensão, que assumam. É algo de baixo nível para dirigentes", considerou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.