O antigo candidato presidencial leonino desvalorizou a petição que anda a circular em Alvalade para expulsar Godinho Lopes, e apelou, mais uma vez, à união dos adeptos do Sporting para uma nova fase na vida do clube.

Em declarações à Rádio Renascença, Dias Ferreiras recusou valorizar a petição para expulsar Godinho Lopes e elogiou a contratação de Jorge Jesus para novo treinador do Sporting.

"Não jogo muito com essas petições e, como jurista, tenho obrigação de pensar que isso não pode ser feito assim. Há que ter ponderação sobre o que se diz de um lado e do outro. Isto não é útil para o Sporting sobretudo quando se pretende começar um ciclo diferente. Não vale a pena andar à chapada uns aos outros, há que ter bom senso, sobretudo, para estar a cultivar a satisfação dos nossos adversários", disse Dias Ferreira sobre a petição para expulsar Godinho Lopes.

Em relação à pressão de Jorge Jesus para vencer o campeonato nacional com o Sporting, o antigo dirigente do emblema leonino assumiu que há muita esperança em títulos, mas que o ordenado do técnico não significa títulos.

"Não se trata de cobrar. Jesus é um grande treinador como se prova pelo seu passado recente. Estamos com todas as esperanças e Jorge Jesus vem certamente para ser campeão. O ordenado? Por esse mundo fora, há muitos técnicos a ganhar muito dinheiro e nem por isso todos ganham, porque só pode ganhar um", afirmou Dias Ferreira.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.