Confrontado com os nomes dos quatro atletas, Domingos Paciência respondeu: “são jogadores que têm o seu valor, gosto das suas qualidades, pelo que são jogadores que podem vir a interessar”.

Quim, guarda redes que não renovou contrato com o Benfica, poderá regressar a Braga se Eduardo, titular da selecção nacional, for vendido, enquanto o extremo esquerdo Hélder Barbosa, cujo passe pertence ao FC Porto, tem o Nacional igualmente no seu encalço.

O ponta de lança brasileiro Lima, que marcou sete golos na época passada no Belenenses, e o defesa esquerdo Sílvio, do Rio Ave, são os restantes jogadores que podem reforçar os “arsenalistas”, conforme assumiu o técnico dos minhotos.

Domingos Paciência definiu como objectivo da próxima temporada “ficar entre os quatro primeiros lugares”, opinião corroborada pelo novo “manager” do clube, o antigo internacional português Fernando Couto, que substituiu Carlos Freitas no cargo.

Quanto a fazer melhor do que em 2009/10 – quando alcançou o segundo lugar, melhor classificação de sempre do clube -, o técnico afirmou que “tudo é possível”.

“À semelhança do que foi feito no ano passado, a mentalidade vai ser jogo a jogo, vamos trabalhar da mesma forma”, disse.

O plantel está ainda em aberto, podendo registar-se entradas e saídas, confirmaram os dois responsáveis.

“Sabemos que esta é uma altura muito precoce, mas estamos atentos ao mercado. Este ano houve muitas mexidas, porque havia muitos jogadores emprestados no plantel e que terminavam contrato. Agora o plantel vai rejuvenescer”, referiu Domingos Paciência.

Fernando Couto disse que o clube está “activo no mercado” e sublinhou começar a partir de hoje “uma nova etapa e um novo desafio” na sua vida.

"Estou aqui com grande vontade e disponibilidade para que as coisas corram da melhor forma. É uma honra estar aqui, pertencer a esta estrutura importante que nos últimos anos tem feito um trabalho excelente. Com a minha experiência acumulada ao longo destes anos vou tentar ser útil à causa”, referiu o antigo jogador de FC Porto, Parma, Barcelona e Lázio.

A 28 ou 29 de Julho, o Sporting de Braga joga a primeira mão da terceira pré-eliminatória da Liga dos Campeões, “um jogo fundamental em todos os aspectos, para os jogadores, que querem pertencer à elite dos melhores jogadores, e pela vertente financeira”, admitiu.

Domingos quer também passar à fase seguinte da mais importante competição de clubes a nível mundial: “queremos ficar bem o mais rapidamente possível para atacar essa eliminatória confiantes, consistentes e estabilizados”.

O treinador disse ainda antever um “campeonato muito diferente” do ano passado e desejou que o futebol praticado seja qualitativamente melhor do que no Campeonato do Mundo, que tem deixado “um sabor amargo".

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.