O FC Porto manteve o seu domínio ofensivo e a equipa madeirense limitou-se a ver os líderes do campeonato a jogar futebol. Na primeira parte, João Aurélio (20’) marcou na própria baliza e Falcao (43’) falhou uma grande penalidade. No segundo tempo, Varela (55’) dilatou a vantagem no marcador com facilidade.

Nos primeiros minutos do encontro, a formação orientada por André Villas-Boas teve duas excelentes oportunidades antes de se adiantar no marcador.

Primeiro Varela, a desmarcar-se muito bem e, em esforço, a rematar contra Bracalli, e depois João Moutinho, a desfazer-se de três jogadores do Nacional e a rematar para a excelente defesa do guardião do Nacional.

Aos 20 minutos chegou o único golo da primeira parte. Num livre directo, Belluschi rematou para a grande área do Nacional e João Aurélio, num desvio de cabeça, enviou a bola para o fundo das redes.

Três minutos depois, os jogadores e adeptos da equipa da casa reclamaram uma grande penalidade por terem visto Rolando desviar a bola com o braço dentro da grande área. O árbitro Bruno Paixão assim não entendeu e mandou seguir.

O Nacional ainda teve uma boa oportunidade para empatar ao minuto 37, depois de uma boa combinação entre Skolnik e Edgar Costa, este último rematou cruzado com a bola a passar rente ao poste de Helton.

Perto do final do primeiro tempo, Tomasevic agarrou Varela na grande área e o árbitro assinalou grande penalidade a favor dos azuis e brancos. Na conversão, o colombiano Falcao enviou a bola para o sítio mais difícil de acertar, o poste.

Na segunda parte, o Nacional manteve-se no mesmo nível de apatia e o FC Porto aproveitou a falta de atitude para chegar, com alguma facilidade, ao segundo golo.

Ao minuto 55, Stojanovic perdeu a bola para Hulk e o brasileiro percorreu meio campo assistindo Varela, que em posição frontal à entrada da área, rematou rasteiro sem hipótese de defesa para Bracalli.

Um minuto depois, João Moutinho, um dos melhores em campo, podia ter feito o terceiro se não tivesse rematado contra o guardião dos insulares.

FC Porto mantém-se invicto no campeonato com cinco vitórias e 15 pontos.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.