O FC Porto, ainda sem uma ‘grande’ vitória na ‘era Lopetegui’, e o Sporting, obrigado a repetir a proeza da Taça de Portugal, defrontam-se domingo no Dragão, no jogo ‘cartaz’ da 23.ª jornada da I Liga de futebol.

Com o líder Benfica, anfitrião do Estoril-Praia, à espera de uma ‘ajuda’ do conjunto ‘leonino’, os ‘dragões’ surgem como favoritos, essencialmente pelo fator casa, onde os ‘leões’ só contam dois triunfos nos últimos 38 jogos do campeonato.

Ainda assim, a equipa ‘verde e branca’ tem a vantagem psicológica de já ter triunfado na presente época no Dragão, por 3-1, para a Taça, e apresenta-se como a equipa com menos derrotas na prova – um 0-3 em Guimarães que quase ‘despediu’ Marco Silva.

O conjunto de Julen Lopetegui parece, no entanto, em melhor momento, pois venceu oito dos últimos nove jogos na I Liga, com um desaire por 1-0 com o Marítimo pelo meio, e está a um passo de atingir os quartos de final da Liga dos Campeões.

Por seu lado, o Sporting vai numa série de 13 jogos sem perder (nove vitórias e quatro empates) na prova, mas acabou de ser eliminado da Liga Europa, ao empatar a zero quinta-feira, em Alvalade, após o 0-2 de Wolfsburgo.

Na corrida ao título, liderada pelo Benfica, quatro pontos à frente do FC Porto e nove do Sporting, os ‘dragões’ têm mais a perder, pois, com o atraso atual, os ‘leões’ já não parecem capazes de chegar, 13 anos volvidos, ao cetro.

Ainda assim, a formação de Marco Silva pode colocar-se a dois pontos dos portistas e relançar, pelo menos, a luta pelo segundo lugar, o último de acesso direto à fase de grupos da Liga dos Campeões – o terceiro terá de disputar um ‘play-off’.

Quanto ao FC Porto, vencer significa manter-se firme na corrida ao título e também somar o primeiro ‘grande’ triunfo da época.

Até agora, o conjunto comandado por Julen Lopetegui tem falhado consecutivamente nos jogos teoricamente mais complicados, com destaque para os desaires caseiros com Sporting, para a Taça, e Benfica, para a I Liga (0-2).

Quanto aos ‘onzes’, o técnico espanhol tem como grande baixa o seu compatriota Oliver, que se lesionou, uma vez mais, no ombro, no empate a um golo em Basileia, na primeira mão dos oitavos de final da Liga dos Campeões.

Por seu lado, e após mais um ‘tiro no pé’, o Sporting não conta com o lateral esquerdo brasileiro Jefferson, suspenso internamente, mas tem como boa notícia o regresso do avançado Slimani, utilizado na segunda parte face ao Wolfsburgo.

Em termos táticos, não se esperam grandes novidades, da parte de Lopetegui ou Marco Silva, sendo expetável que ambos os conjuntos se apresentem em ‘4-3-3’.

Os portistas poderão apresentar Danilo, Maicon, Marcano e Alex Sandro, à frente de Fabiano, um meio campo com Casemiro, Herrera e Quintero e um ataque com Brahimi, Tello e Jackson Martinez. À estreita estará Ricardo Quaresma.

Por seu lado, o Sporting alinhará com o guarda-redes Rui Patrício, os defesas Cédric, Paulo Oliveira, Tobias Figueiredo e Jonathan Silva, os médios William Carvalho, João Mário e Adrien e os extremos Carrillo e Nani no apoio ao ponta de lança Slimani.

O encontro entre o FC Porto e o Sporting, da 23.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, realiza-se domingo, pelas 19:15, no Estádio do Dragão, no Porto, com arbitragem de Artur Soares Dias, da Associação de Futebol do Porto.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.