O FC Porto continua a ter falta de eficácia da marca dos nove metros. Os 'dragões' empataram 0-0 com o Desportivo das Aves, último da Liga, e voltaram a desperdiçar uma grande penalidade, a quinta esta época.

Aos 22 minutos, Zé Luís foi chamado a converter uma grande penalidade por falta na área do guarda-redes Fábio sobre Otávio mas o avançado cabo-verdiano foi displicente na conversão, rematando fraco e denunciado, permitindo assim a defesa ao guardião avense.

Antes desta desperdício, os 'dragões' tinham falhado quatro conversões da marca dos nove metros e 15 centímtros. Alex Telles, o habitual marcador dos lances de bola parada, falhou dois penaltis esta época, uma frente ao SC Braga e outra frente ao Santa Clara. Soares também falhou frente ao Braga, no jogo que acabou com a vitória dos minhotos por 1-0, num jogo onde os de Sérgio Conceição falharam duas grandes penalidades.

Moussa Marega também tinha falhado contra o Desportivo de Chaves, na Taça de Portugal.

De recordar que um estudo recente do Observatório do Futebol colocava o FC Porto como uma das equipas com pior registo da marca dos nove metros nos últimos três anos. Nesse estudo do CIES, os 'dragões' apenas tinham convertido 14 das 21 grandes penalidades que beneficiou.

Apenas o Boavista apresenta uma taxa de eficácia pior do que a dos 'azuis e brancos', ficando mesmo abaixo dos 50%: 41,7% de eficácia.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.