Lima desvaloriza os golos sofridos pelo Benfica durante a pré-época. O avançado encarnado sublinhou que é normal os jogadores cometerem erros agora nos jogos amigáveis, numa altura em que as equipas ainda estão a afinar estratégias para a temporada.

«Os golos sofridos na pré-época são coisas que acontecem. Nós queremos acertar ao máximo, mas os erros vão aparecer no início. É normal. Importante é errar agora no início, porque os jogos não valem muita coisa, do que em jogos importantes», sublinhou Lima, na apresentação de umas chuteiras numa loja no Centro Comercial Colombo, em Lisboa, acrescentando que o importante são os resultados: «Estamos a ganhar e o Benfica tem de ganhar sempre. É preciso ter essa mentalidade toda a época».

O Benfica reforçou-se com vários jogadores para a nova época, muitos deles do leste da Europa. Questionado se já sabia o nome dos sérvios todos do plantel, o avançado brasileiro, entre gargalhadas, lá foi dizendo o nome de alguns, mas sem nomear todos os reforços oriundos da Sérvia.

Na Eusébio Cup, o Benfica vai receber o São Paulo, um dos históricos do futebol brasileiro. Lima mostra-se agradado por poder defrontar uma equipa do seu país de origem, apesar de acompanhar muito o futebol brasileiro.

«Fico contente [por poder defrontar o São Paulo]. Mas já moro em Portugal há cinco anos e o futebol no Brasil deve ter mudado alguma coisa desde esse tempo. Não tenho amigos no São Paulo mas é uma satisfação jogar contra um clube brasileiro. É uma equipa com grandes ídolos, como o Rogério Ceni», afirmou aos jornalistas.

Questionado sobre uma possível chamada à seleção portuguesa, o avançado afirmou, entre risos, que o melhor era não comentar. «Já dei a minha opinião e as pessoas que tinham de me ouvir sabem o que quero», sublinhou.

O jogador de 29 anos, que vai na segunda época de águia ao peito, afirmou que gosta de estar em Portugal, onde construiu a sua carreira.

«A minha carreira foi construída a pulso. Há cinco anos não imaginava isto. Por tudo o que já construí, por tudo o que já vivi em Portugal, um país que me acolheu muito bem, estou muito feliz por poder jogar aqui e no Benfica, um clube enorme».

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.