Gaspar Ramos, antigo vice-presidente do Benfica, criticou as declarações de Bruno Lage após a derrota frente ao Santa Clara em que o técnico das 'águias' questionou se alguém andava a "anda a pagar alguns almoços, alguns jantares ou algumas viagens" aos jornalistas para ficarem com o seu posto.

Sindicato dos Jornalistas considera declarações de Lage "graves" e pede provas
Sindicato dos Jornalistas considera declarações de Lage "graves" e pede provas
Ver artigo

"É uma afirmação perfeitamente ridícula. É uma garotada pura. Ele esquece que é a mesma comunicação social foi que o projetou e que o elogiou", disse o antigo dirigente à rádio TSF.

O antigo vice-presidente considerou ainda que a situação no Benfica é "insuportável" e que são necessárias medidas.

"Há problemas que tem a ver com o facto dos próprios jogadores não ouvirem o treinador. Nós próprios, que estamos por fora, estamos cansados do discurso dele”, concluiu.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.