O presidente da Assembleia Geral (AG) do FC Porto, José Matos Fernandes, confirmou que vai mesmo adiar as eleições presidenciais do clube azul e branco, inicialmente agendadas para 18 de abril.

"Como ninguém sabe o que vai acontecer no País e no Mundo por causa do Covid-19, como se desconhecem as consequências reais e desastrosas desta tragédia, será inevitável adiar as eleições. Como é impossível fazer previsões quanto a esta calamidade pública, também não queremos correr o risco de marcar uma nova data e de ter que adiá-la de novo", disse o dirigente ao jornal A Bola, publicado esta terça-feira.

Porém, o prazo de entrega das listas para os órgãos sociais do FC Porto mantém-se até esta quinta-feira, dia limite para a apresentação das candidaturas.

A Comissão de Apoio à Recandidatura de Pinto da Costa anunciou também que "serão entregues, esta terça-feira, as listas para a assembleia geral, direção e conselho fiscal e disciplinar, conjuntamente com a lista para o conselho superior".

Também hoje, o auditório do museu do FC Porto será reaberto, a título excecional e durante poucas horas, para que José Matos Fernandes possa receber em mãos as candidaturas do atual presidente e do ex-comentador do Porto Canal, que há muito anunciara a intenção de dar luta nas eleições ao homem que lidera os dragões desde abril de 1982.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.