O ex-jogador internacional português de futsal João Benedito anunciou hoje que vai ser candidato às eleições do Sporting, marcadas para 08 de setembro, elevando para oito o número de sócios que já comunicaram essa intenção.

“Não estou aqui como candidato, porque ainda não o sou, mas amanhã [quinta-feira] anunciarei essa candidatura”, disse João Benedito, em declarações aos órgãos de comunicação social, à margem da convenção 'Sporting Talks', a decorrer na Universidade Católica, em Lisboa.

O antigo capitão da equipa de futsal do Sporting advertiu que não é apenas “mais um” candidato, mas recusou pronunciar-se sobre “temas estruturais”, por considerar que o encontro que visa debater a situação do clube lisboeta “não é o local próprio”.

Outra sportinguista que ponderou avançar com uma candidatura foi Rodrigo Roquette, gestor e comentador televisivo. Durante a sua intervenção na convenção onde se discute o presente e futuro dos Sporting, Rodrigo explicou a razão pela qual acabou por não avançar para as eleições do clube.

"Ponderei seriamente em avançar com uma candidatura, mas esbarrei num conjunto de práticas, terrorismo comunicacional, interesses... Tive de reconhecer que eram tantas as novidades que demonstravam que eu não tinha o conhecimento profundo de coisas que lá se passavam", começou por dizer.

"Há uma feira de vaidades no Sporting. Eu não quero ser presidente, mas há muita gente que quer. Podíamos, com unidade, ser um clube de topo Europeu", continuou.

Rodrigo Roquette deixou ainda uma sugestão à direção do Sporting: uma rede de sócios anónimos, especialistas em diversas áreas do mercado para ajudar o clube.

"Isto tem de deixar de ser o clube dos amigos, dos primos... O Sporting precisa de competência. As pessoas não vão querer ir para um lamaçal. Adorava que qualquer Direção pudesse aproveitar algo que criei: uma rede de sócios anónimos, especialistas em diversas áreas do mercado, para que a Direção possa consultá-los, ouvi-los, o que seja. Há muitos sócios que querem ajudar o clube e quem não podem. Recusei ser diretor de marketing, por exemplo, mas disse que vinha ajudar. Ninguém me chamou. Há pessoas com muito valor, mas andamos sempre noutras conversas, noutras chatices e não ouvimos essas pessoas", sublinhou.

De recordar que antes de João Benedito, já tinham anunciado que iriam concorrer às eleições do Sporting Bruno de Carvalho, presidente destituído, Carlos Vieira, Frederico Varandas, Dias Ferreira, Pedro Madeira Rodrigues, Zeferino Boal e Fernando Tavares Pereira.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.