O avançado brasileiro do União da Madeira garantiu após o jogo no Estádio da Luz que não sofreu falta de Jardel ao minuto 84 quando ia isolado para a área do Benfica.

O lance ainda levantou algumas dúvidas, uma vez que se fosse falta na área, Jardel poderia ser afastado do 'dérbi' da próxima jornada por acumulação de cartões amarelos. No entanto, Élio Martins assumiu na zona mista que se desequilibrou num lance que caraterizou de 'muito rápido'.

"Não foi falta nenhuma. Houve um desequilíbrio quando senti a presença do defesa. Tentei colocar a bola com o pé esquerdo, mas podia tê-lo feito mais cedo, pois tive tempo", disse o jogador de 30 anos.

"A este nível, temos de executar mais depressa. Tentei colocar a bola, mas não fiz uma coisa, nem outra", disse, frisando que a equipa madeirense "dignificou a camisola".

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.