Emanuel Ferro, adjunto do Sporting, analisou a partida frente ao Paços de Ferreira (2-0).

Importância desta vitória, neste contexto de dificuldade?

"O que há a realçar é toda a estrutura que trabalhou muito, para estarmos aqui prontos, com as dificuldades inerentes mas com ambição de ganhar. Os jogadores foram os atores principais, com resiliência e solidariedade, nem sempre com as melhores decisões. A vitória foi muito importante. O grupo de trabalho foi um reflexo do banco e isso é que transforma a equipa em vencedora."

Segundo golo e maior gestão ao ter a partida com o Lask?

"O plano de jogo era procurar sempre a vitória. O Paços sabe sempre o que quer. Nós a espaços fomos tendo alguma dificuldade. Não foi gerir, foi fazer coisas diferentes, acabamos depois por ter mais posse, tiramos a iniciativa ao adversário. Acabamos por controlar o jogo."

Importância de ganhar

"A importância é entrar em cada jogo para ganhar. Tivemos a felicidade de marcar dois golos. O próximo jogo éa  eliminar. O que queremos é entrar com a ambição máxima, solidários e com espírito entre todos"

Sobre o regresso de Rúben Amorim

"É impossível ter esse tipo de afirmação."

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.