Emanuel Ferro fez, ao início da tarde deste sábado, a antevisão do jogo com o Paços de Ferreira, da 2.ª jornada da I Liga. O técnico-ajunto do Sporting abordou o mercado, falou da estreia dos reforços, do pouco tempo de preparação do jogo e da recuperação de Nuno Santos, após estar infetado com COVID-19.

Opções para jogo com o Paços Ferreira: "Cada jogo é um momento próprio, cada jogo tem nuances que queremos dar. Temos um plantel variado que nos dá diferentes opções. É toda uma dinâmica envolvida e não só um jogador. Conhecemos as características do Jovane, estávamos mais habituados a vê-lo na ala. O Sporar é diferente. Neste momento é assim. Vai ser uma época larga. Será para rentabilizar a performance da equipa".

O que espera do Paços de Ferreira? "Vamos encontrar dificuldades semelhantes às do ano passado, é a mesma equipa. Consegue transmitir paixão pelo jogo, tem bem definida a forma de jogar, muito solidária. A jogar bem no espaço interior, com jogadores com muita experiência. Personalidade forte, processos simples mas bem definidos sem descurar a responsabilidade defensiva. Consideramos que somos capazes de ultrapassar isso com boa capacidade de ter a posse da bola, chegar ao ataque e ser dominadores, como no último jogo em que após perdermos a bola tivemos uma boa capacidade de reagir. Não será muito diferente."

Como foi a preparação? "A preparação deste jogo, em dois dias, incluindo também todo o trabalho de recuperação face ao jogo da Liga Europa, acaba por condicionar um pouco essa preparação pelo volume disponível que pudemos dar aos jogadores. Muito daquilo que vamos apresentar será do nosso processo, vamos fazer alguns ajustes estratégicos que não foram trabalhados como seriam se tivéssemos mais tempo de intervalo entre os jogos, mas não implica ansiedade nos jogadores, implica perceberem em que contexto estamos. Estamos conscientes, adaptámos o trabalho em função disso.

Pouco tempo de recuperação: "Naturalmente que o trabalho de recuperação é fundamental para nos apresentamos bem, para conseguimos mostrar o que é o nosso processo e as questões estratégicas foram trabalhadas de acordo com o tempo que tínhamos disponível. Mas temos a certeza que no domingo vamos apresentar uma equipa competitiva, recuperada, capaz de entrar com intenção vencer como acontece sempre. Tempo curto condiciona tempo para preparar questões estratégicas. Faz parte dos períodos de densidade competitiva mais elevada e é isso que nós estamos a viver, que queremos viver, mas a ambição não diminui e estamos preparados para isso. Faz parte do perfil do jogador tem ambição de participar, às vezes vale mais do que o tempo de recuperação".

Análise a estreia dos reforços: "São sempre jogadores que procuramos para aportar à equipa. Essas opções foram estratégias específicas. Correu bem, valoriza, não está em causa um ou outro jogador. Procuramos maximizar o rendimento da equipa. Os que se apresentam em melhor momento para ir ao encontro dos objetivos para controlar e marcar."

Situação de Nuno Santos: Nuno Santos estará na convocatória. É o único que podemos confirmar, os outros neste momento não estão. Conseguimos incluir um programa de treino que faz a manutenção da forma física dos jogadores para estar disponível. Estava em isolamento mas conseguimos que tivesse condições para manter a forma física".

Contratação de Bruno Tabata: "Só vou falar de jogadores que estão aqui. Não falo de possíveis reforços".

O Paços de Ferreira-Sporting, está marcado para às 18h30 deste domingo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.