"O Benfica é uma equipa que inspira grande respeito a todos os adversários. Capacidade, organização e equilíbrio são as suas principais referências", disse o guarda-redes, adiantando que a Naval "tem a sua própria dinâmica e legitimidade para poder pensar que pode conquistar pontos".

O guarda-redes francês esteve na derrota da sua equipa na época passada por 2-1, num confronto em que o golo da vitória, anotado por Óscar Cardozo, foi anotado já nos instantes finais (88 minutos).

"Lamento a ausência de Cardozo. Os grandes palcos merecem sempre os grandes jogadores, mas creio que o Benfica, pela valia do seu plantel, terá várias soluções para colmatar a sua ausência", afirmou Peiser, referindo-se à ausência, por castigo do avançado paraguaio, actual melhor marcador da Liga com 11 golos.

Benfica e Naval 1.º de Maio defrontam-se na próxima segunda-feira, pelas 20:15, no Estádio da Luz, encontro que encerra a 10.ª jornada da Liga portuguesa de futebol.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.