"Creio que foi um jogo muito equilibrado, mas tivemos a nossa oportunidade de golo e aproveitámos num momento justo, pois fomos melhores na primeira meia hora. Depois, as equipas equipararam-se muito", vincou 'El Conejo', no flash-interview após o desafio.

O argentino enalteceu a importância do triunfo para não deixar fugir o Sp. Braga no topo da classificação. "Apesar do grande desgaste físico, jogámos muito bem na primeira parte e estamos felizes. Podemos festejar o Natal no topo do campeonato, que é o mais importante. Sabíamos que tínhamos muitas baixas, mas o nosso plantel é amplo e suplantou muito bem as ausências. Até por isso estamos muito felizes", explicou.

Confrontado com o 'renascimento' ao serviço do Benfica, depois de várias épocas apagado no Real Madrid, Saviola reconheceu o papel dos colegas nessa situação. "Sempre me senti jogador de futebol, mas lamentavelmente não tinha os minutos de jogo que ansiava. Agora estou a ter a continuidade que todos os jogadores necessitam, encontrei um grupo de companheiros que muito me ajudam e um corpo técnico que me dá confiança. Quando isso acontece, só posso estar muito feliz por estar no Benfica", sublinhou.

Já Urreta admitiu ter ficado "surpreendido" com a titularidade. "Não vinha a jogar, mas o mais importante foi a vitória e a boa exibição do Benfica. O triunfo é muito importante porque o FC Porto é um rival directo. Conseguimos uma boa vantagem e podemos passar o Natal mais descansados", afirmou o jovem extremo uruguaio, que garantiu pensar "continuar no Benfica".

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.