A chegada de Seydou Doumbia complicou-se depois de o jogador e o empresário terem feito exigências de última hora face à entrada de novo interessados no avançado. De acordo com o jornal A Bola, o acorde entre o Sporting e Doumbia estava fechado e pronto para avançar, mas o jogador exigiu um prémio de assinatura como forma de compensação face à proposta mais vantajosa que chega da Turquia.

Face à posição de Doumbia, as partes envolventes do negócio vão voltar a reunir-se de modo a fechar novo acordo para que o costa-marfinense chegue a Alvalade por empréstimo da Roma depois de uma temporada conseguida na Suíça.

Recorde-se de que os ‘leões’ tinham chegado a acordo com o jogador para um empréstimo de uma temporada com opção de compra de seis milhões de euros no final da cedência. Existia ainda uma cláusula de obrigatoriedade de compra caso Doumbia fizesse, no mínimo, 20 golos com a camisola do Sporting.

A proposta que adiou a chegada do avançado chega do Fenerbahce que terá oferecido três milhões de euros por temporada ao jogador, um valor mais alto do que iria auferir no clube português. Na Roma, o salário de Doumbia está fixado na ordem dos dois milhões de euros por temporada.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.