Fábio Coentrão era um dos rostos e corpos da desilusão do Sporting depois do empate frente ao Vitória de Setúbal. O lateral do Sporting utilizou as redes sociais para falar da sua atitude, dizendo que reagiu de forma "autêntica e genuína".

Em publicação feita na rede social Facebook, o lateral pediu desculpa também aos adeptos pelo resultado e por alguma atitude menos reflectida em campo.

"Nem sempre, dentro do campo, as coisas correm como queremos. Fomos à luta, não fomos felizes e isso deixou-nos revoltados. Vivo cada jogo como se fosse o último da minha vida. Não gosto de perder e, muito menos, quando é proíbido fazê-lo. Quero ser campeão pelo meu Sporting CP. Senti-me frustrado e reagi como sou, autêntico e genuíno. Sou um homem e não uma máquina. Que me desculpem todos aqueles que fazem parte da Família Sportinguista pelo que fizemos e por alguma atitude menos refletida no jogo em Setúbal. A mágoa e a revolta pelo que ontem aconteceu continuam, e pensei em todos aqueles que, no estádio ou na televisão, também sentiram o mesmo que eu senti. O futuro é já o próximo jogo, na quarta-feira. O destino de todos nós, Sportinguistas, é sermos felizes. E vamos sê-lo, com atitude e compromisso. A nossa união continua a ser de aço!", referiu o jogador.

Recorde-se que o Sporting empatou a uma bola com o Vitória de Setúbal. No final do encontro, Fábio Coentrão foi substituído e deu vários socos no banco de suplentes, antes de se sentar e chorar pela desilusão do resultado.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.