Julian Weigl passou de indiscutível com Bruno Lage para suplente com Jorge Jesus. O médio alemão chegou ao clube da Luz em janeiro de 2020, tendo custado 20 milhões de euros. Mas desde essa altura, a situação de Weigl mudou bastante. Segundo o jornal Record, Weigl pediu para deixar o Benfica.

O médio alemão está cansado de ser suplente e expressou a sua vontade de deixar o clube da Luz em breve. A saída pode mesmo acontecer já no próximo mercado de transferências, em janeiro, de acordo com a mesma fonte.

Na época 2019/2020, sob o comando técnico de Bruno Lage, Weigl tornou-se rapidamente essencial no miolo encarnado e somou 21 jogos e um golo. No entanto, com a chegada de Jorge Jesus, Weigl viu-se empurrado para o banco de suplentes em detrimento de Gabriel e Samaris. Assim, esta época, o médio alemão leva apenas 436 minutos realizados em dez jogos.

Recorde-se que, no final de setembro, a imprensa nacional tinha já dado conta de um desentendimento entre Julian Weigl e o treinador Jorge Jesus. Em causa esteve a forma como Jorge Jesus pretende que a equipa comece as suas jogadas a partir de trás, com três jogadores, tendo Weigl de baixar para junto dos dois centrais para vir buscar o esférico.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.