O FC Porto comunicou na tarde desta quarta-feira que vai avançar com um processo contra o comentador Pedro Guerra depois de este ter garantido que o emblema portista estava por trás da troca de árbitros - entre Fábio Veríssimo e Carlos Xistra -, no jogo dos 'dragões' da segunda jornada do campeonato, no passado domingo.

"A FC Porto, Futebol SAD decidiu interpor uma queixa crime contra o comentador Pedro Guerra, na sequência das declarações falsas deste em que afirma ter a certeza que o FC Porto conhece antes de serem públicas as nomeações das equipas de arbitragem dos seus jogos", pode ler-se no comunicado.

Passando a explicar a razão da queixa, o clube diz que Pedro Guerra afirmou "perentoriamente que a substituição do árbitro Fábio Veríssimo antes do jogo Belenenses-FC Porto aconteceu por interferência direta do FC Porto, o que é mentira. De resto, é público e já o era quando Pedro Guerra proferiu estas falsas afirmações, que a troca do árbitro se deveu ao falecimento de um familiar, o que é um motivo facilmente compreensível por toda a gente."

Por fim, o clube diz que "o FC Porto sente-se lesado e ofendido com as afirmações mentirosas de Pedro Guerra. Acresce que a gravidade destas afirmações ofende também outras entidades, apelando o FC Porto a que se juntem nesta luta para desmascarar todos os que procuram obter vantagem através da difusão de informação falsa e caluniosa."

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.