Os três grandes do futebol português, FC Porto, SL Benfica e Sporting, regressam este domingo aos relvados do campeonato nacional com várias novidades nas equipas titulares.

O campeonato nacional “começa” este domingo para os três grandes do futebol português, algo que já não acontecia desde 1994. Depois de uma pré-temporada onde o erro é admissível, FC Porto, SL Benfica e Sporting apresentam-se hoje com objetivos distintos e sem margem de erro para falhar. O Sporting é o primeiro dos “grande” a entrar em campo às 15h45, frente ao Arouca, com uma equipa técnica nova e nove reforços nos convocados, dos quais de destacam Fredy Montero, avançado colombiano que, segundo o seu histórico pessoal, marca sempre na estreia. Segue-se o Benfica, vice-campeão nacional, que joga às 17h45, no Estádio dos Barreiros, frente ao Marítimo e com algumas baixas, nomeadamente Marković o novo maetro da Luz. O FC Porto, campeão nacional, defronta o Vitória de Setúbal às 20h00 no Estádio do Bonfim com algumas alterações em relação à época passada, mas com a aura de favorito à conquista do campeonato nacional.

FC Porto

O FC Porto, campeão em título, perdeu duas referências na equipa da época passada com a venda de João Moutinho e James Rodriguez ao Mónaco mas para esta época, os dragões  conseguiram manter o goleador Jackson Martínez na equipa assim como o patrão do meio-campo Lucho González, jogador determinante tanto nas ações ofensivas como na organização defensiva do FC Porto. Sem perder nenhum jogador na melhor defesa da época passada (apenas 14 golos consentidos no campeonato), o FC Porto reforçou-se cirurgicamente com a entrada do central mexicano Diego Reyes, jovem jogador promessa. No meio campo, destaque para as contratações de Josué e Herrera, este último apontado como substituto de João Moutinho embora com características diferentes. Para a frente de ataque, o FC Porto garantiu as aquisições do franco argelino Ghilas, do extremo português Licá e uma das estrelas do campeonato do Mundo de sub-20 da Colômbia Juan Quintero.

SL Benfica

O Benfica começa o campeonato nacional com muitas dúvidas no plantel e uma certeza: os jogadores sérvios dominaram as contratações dos vice-campeões nacionais. O mercado de transferências termina no final do mês de agosto e Jorge Jesus tem noção que será muito difícil manter todas as referências da equipa da época transata, a começar por Óscar Cardozo. O avançado paraguaio é uma carta fora do baralho depois do incidente protagonizado na final da Taça de Portugal e, por enquanto, Jesus conta apenas com Lima e Rodrigo para o ataque. Se no centro do ataque Tacuara não é opção, na defesa as incertezas reinam sobre as certezas. A dupla Garay e Luisão é pouco provável que se mantenha para esta época dado o assédio de clubes europeus pelo internacional argentino, com o clube a garantir a contratação de Steven Vitória e do central sérvio Mitrovic. Nas alas, Melgarejo pode estar de saída do clube encarnado e as opções de Jesus são os reforços Sílvio e Bruno Cortez. Do meio campo para a frente é incontornável referir o contingente de jogadores sérvios que o Benfica contratou. Filip Djuricić, Miralem Sulejmani e Lazar Marković juntam-se ao compatriota Nemanja Matić, que poderá estar de saída do Benfica. Lazar Marković é a grande estrela da companhia dos sérvios com um recorte técnico acima da média, passe preciso e uma visão de jogo digna de “maestro”.

Sporting

A formação de Alvalade apresenta-se na época 2013/2014 com muitas novidades no seu plantel, a começar desde logo pelo treinador Leonardo Jardim. Depois da pior época de sempre dos leões, o Sporting inicia hoje um novo ciclo com a direção de Bruno de Carvalho. Os problemas financeiros e a ausência do Sporting das competições europeias acabaram por condicionar a lista de reforços dos leões. Depois de perder a referência no ataque de Ricky van Wolfwinkel, o Sporting contratou o avançado colombiano Fredy Montero e o argelino Islam Slimani para atacar as malhas dos  adversários. Para a defesa, o Sporting apresenta três reforços brasileiros. Welder e Maurício estreiam-se no futebol europeu enquanto Jefferson, lateral esquerdo, já conhece o futebol português pois representou o Estoril na época passada. No meio campo, os leões têm apresentado um tridente interessante constituído por William Carvalho (promovido à equipa principal), Adrien Silva e o reforço brasileiro Gérson Magrão, médio brasileiro com alguma experiência no futebol europeu. Na frente de ataque, Salim Cissé, Fredy Montero e Islam Slimani são os reforços leoninos para atacar a época 2013/2014. 

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.