O antigo jogador do Benfica Geovanni acredita que os 'encarnados' têm uma grande chance de ficarem embalados para o título da I Liga de futebol, caso vençam sábado o FC Porto, no 'clássico' da 23.ª jornada.

"Este campeonato vai até final. O campeonato português é de alto nível e este clássico pode não definir, mas automaticamente pode abrir uma certa vantagem. É uma grande chance e espero que seja o Benfica a vencer", afirmou à agência Lusa o ex-futebolista brasileiro.

Para Geovanni, agora com 39 anos, que vestiu a camisola das 'águias' durante quatro temporadas, o 'clássico' de sábado vai dar "moral" à equipa que vencer, salientando mesmo que pode ter um impacto decisivo nas contas finais, quando as equipas estão separadas por apenas um ponto.

"[É um jogo que] mexe com as emoções, com a autoestima também e quem vencer este clássico vai dar um grande passo, porque a moral aumenta e ganhar ao maior rival é decisivo para conquista do título nacional", completou.

Privado de jogadores importantes nos últimos encontros, Sérgio Conceição viu-se obrigado a arranjar soluções, principalmente do meio-campo para a frente. Geovanni desvalorizou, deixando elogios às capacidades do técnico portista.

"O FC Porto tem sempre grandes elencos, tem um grande treinador que já foi jogador, é experiente, sabe como lidar com balneário e, independentemente de quem entrar, vai dar conta do recado. Neste clássico, quem entrar mais concentrado e determinado vai vencer", defendeu.

Contudo, Geovanni frisou que é "sempre vantajoso jogar em casa com o apoio dos adeptos", e estando um ponto atrás na classificação, o Benfica terá que "fazer um jogo à campeão".

A preponderância de João Félix na equipa de Bruno Lage não passou em claro para Geovanni, desejando que o jovem de 19 anos sobressaia no desafio, mas sem ter uma responsabilidade acrescida.

"Está em todos os momentos na área para finalizar e, apesar de ter 19 anos, já tem uma maturidade, é bom organizador e sabe colocar os companheiros na 'cara' do golo. É um jogador dinâmico e ainda tem muito a dar a dar ao futebol português e ao Benfica. O talento dele pode sobressair, num jogo tão importante, mas sem colocar a responsabilidade nele", explicou.

Por fim, não deixou de colocar o Sporting, quarto classificado, com 46 pontos, e Sporting de Braga, terceiro, com 49, na luta pelo campeonato, lembrando que "quem vem de trás também se pode aproximar" de um ou dos dois 'rivais', caso vençam os respetivos jogos e a partida no Dragão termine empatada.

No sábado, Benfica, segundo classificado, com 56 pontos, defronta o líder FC Porto, com 57, no Estádio do Dragão, pelas 20:30, numa partida da 24.ª jornada da I Liga.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.