O FC Porto comunicou hoje à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) que o treinador de futebol André Villas-Boas decidiu rescindir o contrato que o ligava ao clube e vai pagar a cláusula de rescisão.

«A FC Porto – Futebol, SAD vem informar que foi hoje notificada da intenção do seu treinador, André Villas-Boas, de resolver, sem justa causa, o contrato de trabalho desportivo em vigor com esta sociedade, accionando a respectiva cláusula de rescisão, de imediato», diz o comunicado.

Assim, e «nesta conformidade, o contrato de trabalho será considerado, por esta sociedade resolvido, com o depósito da quantia aí prevista».

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.