Na sua habitual newsletter 'Dragões Diário', os azuis e brancos apontam o dedo a Artur Soares, árbitro do SC Braga-FC Porto.

Na publicação, relembram-se as faltas cometidas cometidas sobre Jesus Corona e que não são alvo de qualquer sanção.

"O futebol português, quando o FC Porto está em campo, parece ter-se transformado num mero exercício de "caça ao Corona", e o jogo de ontem não foi exceção. Desta vez, porém, com a suprema ironia de o saco de pancada em que se tornou o extremo mexicano ter acabado expulso por acumulação injusta de amarelos – viu o primeiro na sequência de um lance em que foi calcado, e já depois de duas faltas duras de jogadores do Braga que não foram sancionados. Talvez seja um novo princípio: sobre Corona pode-se tudo; Corona não pode nada. E foi expulso por nada", começa por ler-se.

"Na verdade, Tecatito não foi o único jogador do FC Porto penalizado pelo critério disciplinar de Artur Soares Dias. É certo que foi o caso mais flagrante – ao ponto de ter sido expulso depois de um primeiro amarelo que Vítor Bruno descreveu como "um atentado ao futebol", e de mais uma vez não ter visto sancionadas todas as faltas duras que sofreu –, mas também sobre Marega parece valer tudo. A história do jogo acabou, assim, por ser muito condicionada por estes acontecimentos."

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.