O FC Porto lamentou hoje a morte de Almeida Santos, “uma das grandes figuras das últimas décadas” em Portugal, endereçando “sentidas condolências à família”, numa nota publicada no seu site oficial na internet.

“Morreu António de Almeida Santos, uma das grandes figuras das últimas décadas no nosso país. Advogado de prestígio e com uma longa carreira política em que se notabilizou pela capacidade de obter consensos, Almeida Santos era também um amigo do FC Porto, como manifestou em diversas ocasiões”, refere o clube no seu sítio oficial na internet.

Na mesma nota, o clube publica uma carta que Almeida Santos escreveu ao presidente do FC Porto, Pinto da Costa, “em dezembro de 2004, logo após a conquista da Taça Intercontinental”.

“Obrigado pela grande alegria que o Futebol Clube do Porto acaba de dar a todos os portugueses. Mais uma! Isso só continua a ser possível pela magnífica presidência do meu amigo”, referiu Almeida Santos na carta que o FC Porto tornou agora pública.

O antigo presidente da Assembleia da República e presidente honorário do PS morreu na segunda-feira em sua casa, em Oeiras, com 89 anos, pouco antes da meia-noite, depois de se ter sentido mal após o jantar.

O corpo de António Almeida Santos vai estar hoje, a partir das 17:00, em câmara ardente na Basílica da Estrela, em Lisboa, e será cremado na quarta-feira no cemitério do Alto de São João, também em Lisboa, pelas 14:00.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.