O FC Porto anunciou hoje um novo concurso público para transformar as instalações da antiga sede, localizadas no centro da cidade do Porto, num hotel de charme com uma temática associada ao clube de futebol.

Em novembro de 2015, o administrador da SAD portista, Fernando Gomes, declarava à agência Lusa que o prédio da antiga sede do FC Porto estava “devoluto” e que o melhor uso a dar àquele espaço seria um hotel, “concessionado" e que, findo o prazo estipulado com os interessados, o hotel reverteria para o FC Porto “com todas as benfeitorias".

Fernando Gomes chegou a referir que esperava ter "no primeiro trimestre" de 2016 uma decisão sobre o imóvel junto ao edifício da Câmara Municipal do Porto, na Praça General Humberto Delgado, com os números 321, 325 e 329, e que a intenção era ocupar o edifício com um hotel temático, para que não fosse “mais um hotel igual a todos os outros”, mas um que tivesse a referência da marca FC Porto".

Volvido mais de um ano, o FC Porto torna hoje a publicar no Jornal de Notícias um anúncio idêntico ao publicado a 17 de novembro de 2015, referindo que a informação da consulta deve ser levantada no Estádio do Dragão.

Questionado pela Lusa, fonte do gabinete de imprensa do FC Porto explicou que o clube decidiu avançar com novo anúncio, porque “não gostou de nenhuma das seis propostas que recebeu”.

“Volta ao início do processo, abrindo concurso aos interessados”, acrescentou a mesma fonte.

A 12 de janeiro de 2016, fonte do FC Porto adiantava à Lusa que tinha recebido até àquela data cinco propostas para transformar a antiga sede do clube num hotel de charme.

“Recebemos cinco propostas, sendo que quatro resultam de parcerias entre gabinetes de arquitetura e construção e grupos hoteleiros de referência em Portugal”.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.