O FC Porto informa que pagou esta quarta-feira ao Benfica a dívida de 7.500 euros relativa aos direitos de formação do futebolista Pelé, em comunicado publicado na página oficial do clube portuense na Internet.

O FC Porto considera que o Benfica, ao reclamar uma dívida de cerca de 24.500 euros, pretende «impedir o acesso regulamentarmente previsto dos adeptos do FC Porto ao jogo da próxima quarta-feira, no Estádio da Luz», da segunda mão das meias-finais da Taça de Portugal.

«Existia, de facto, uma dívida de 7.500 euros relativa ao pagamento dos direitos de formação do jogador Pelé,  pagamento esse que foi hoje mesmo efectuado», informa o comunicado, no qual o clube portuense reclama do Benfica uma dívida superior àquela que os “encarnados» utilizam como argumento para não activar os bilhetes dos adeptos portistas.

O comunicado confirma as informações prestadas ao início da tarde à agência Lusa por uma fonte do FC Porto, segundo a qual «o normal seria fazer-se um encontro de contas após as duas mãos», uma vez que as receitas de bilheteira, a dividir pelos dois clubes e pela federação, representam valores mais elevados.

A mesma fonte assegurou à Lusa que o FC Porto liquidou a 16 de Fevereiro, via Liga Portuguesa de Futebol Profissional, cerca de 17.000 euros pelos danos causados no autocarro do Benfica, alegando que o clube de Lisboa tem uma dívida pendente ao FC Porto de cerca de 54.000 euros.

O FC Porto reclama ao adversário 32.000 por estragos causados por adeptos ‘encarnados’ no Estádio do Dragão no jogo da 10.ª jornada da Liga, a 7 de Novembro de 2010, e 22.000 euros de bilhetes do jogo da primeira mão das meias-finais da Taça, a 2 de Janeiro, dos quais já enviou factura ao clube rival.

A estes valores acresce uma verba, ainda não quantificada, relativa a estragos no jogo da Taça, disse a mesma fonte, sublinhando que o FC Porto, num e-mail enviado a 11 de Abril, relembrou aqueles valores em falta e solicitou ao Benfica factura dos 76.000 euros de bilhetes do jogo da 25.ª jornada da Liga, no Estádio da Luz, onde os ‘dragões’ garantiram o título de campeão com um triunfo por 2-1.

Uma fonte do Benfica confirmou hoje à Lusa que os 3.750 bilhetes enviados para o Dragão, para o jogo de quarta-feira, apenas serão activados caso o FC Porto liquide a alegada dívida de 24.500 euros.

Caso isso não aconteça, o sector onde deveriam estar os adeptos dos “dragões” ficará vazio, num jogo em que o Benfica defende a vantagem de 2-0 conseguida na primeira mão, no Dragão.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.