De acordo com o Diário de Notícias da Madeira, o clube avançará com o processo tendo por base o artigo nº 65 do Regulamento Disciplinar da Liga. Neste artigo é referido que aliciamento a jogadores e treinadores, de forma indevida, poderá ser punido com a perda de três pontos.

O clube insular está apenas a juntar toda a matéria necessária para apresentar e formalizar a queixa junto da Liga Portuguesa de Futebol Profissional.

O FC Porto mostrou interesse, durante o defeso, no jogador de 20 anos que na época passada esteve emprestado pelo Atlético de Mineiro ao Marítimo. O clube madeirense alegou que a duração do empréstimo durava até Junho de 2011. Nesse sentido, para libertar o jogador para que este fosse negociado entre o emblema brasileiro e os azuis-e-brancos, o Marítimo pediu uma indemnização.

Este entrave acabou por não se resolver e o jogador acabou por não seguir para o FC Porto, encontrando-se, neste momento, a treinar no Atlético Mineiro.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.