O FC Porto venceu este sábado o Nacional da Madeira por 3-1, na Choupana, e está provisoriamente a um ponto do Benfica, que joga segunda-feira com o Estoril.

James, Mangala e Lucho marcaram para o FC Porto, Candeias fez o tento do Nacional, num jogo em que foram assinaladas duas grandes penalidades, uma para cada lado.

O encontro foi totalmente do FC Porto, que 'arrumou' o assunto em 12 minutos, ainda na primeira parte. O primeiro a inaugurar o marcador foi James Rodriguez. Varela, que hoje foi titular, não desistiu de uma disputa de bola, deu para Jackson Martinez, que levou até à linha final, atrasando para o remate do seu compatriota.

Aos 14 minutos, os portistas podiam ter ampliado a vantagem, com João Moutinho a atirar à trave. Não foi aos 14', foi aos 20', num golo de Mangala. James lança Moutinho, para este assistir o central que estava no coração da área. Só que no momento do passe, Mangala estava em posição irregular.

No minuto seguinte, Miguel Rodrigues fez falta sobre Varela na grande área. Lucho cobrou a grande penalidade elevando para 3-0 o resultado. Só que antes do cair do pano, também houve falta na grande área contrária. Mangala corta uma bola com a mão, Cosme Machado assinalou penalti e Candeias reduziu para 3-1.

No segundo tempo, o FC Porto limitou-se a gerir a vantagem de dois golos, perante um Nacional que só muito esporadicamente criou perigo. Os madeirenses complicaram as contas na luta pela Europa.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.