Na análise aos primeiros pontos perdidos pelos "dragões" nesta temporada, no empate a um golo, diante do Vitória de Guimarães, Guilherme Aguiar, antigo dirigente portista, defendeu que os erros do árbitro tiveram influência no resultado final.

Guilherme Aguiar considera que o FC Porto "perdeu dois pontos", por causa de "erros graves da equipa de arbitragem. O assistente que assinalou o penálti [a favor do Vitória] foi o mesmo que não viu o penálti sobre o Brahimi. Isto para não falar nos jogos dos rivais do FC Porto, em que os assistentes foram decisivos nas análises que fizeram", começou por afirmar à Rádio Renascença, analisando a abordagem ao jogo feita por Lopetegui: "a maneira como o Porto jogou na primeira parte foi um erro de conceção do treinador".

O dirigente criticou depois os critérios das nomeações efetuadas pela Federação Portuguesa de Futebol: "fico preocupado com as arbitragens, mas fico mais preocupado com o critério das nomeações. Estou preocupado com os árbitros assistentes, decisivos na análise de jogadas neste fim-de-semana", concluiu depois.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.