Moreira termina contrato no final desta temporada e terminam, consequentemente, dez anos na Luz. A SAD encarnada não quer renovar com o jogador e pretende contratar em Janeiro um guarda-redes de renome.

Aquele que foi o guardião preferido de José António Camacho e a quem se previa um futuro semelhante ao do espanhol Iker Casillas foi relegado para o terceiro plano e, dado o interesse do Benfica em renovar com Quim e a chegada recente de Júlio César, tudo indica que seja o “sacrificado”.

Foi Toni, em 2001, num jogo frente ao Vitória de Guimarães, na Luz, quem lançou o jovem guarda-redes, de apenas 19 anos, para substituir o lesionado Robert Enke.

“Não será fácil para ele porque há uma grande carga sentimental, já que passou ali muitos anos. Mas a vida não acaba aqui e há-de afirmar-se noutro clube”, asseverou Toni em declarações ao Record.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.