O Portimonense regressou hoje às vitórias na I Liga de futebol, ao vencer no terreno do Boavista, por 2-0, com 'bis' de Wellington, impondo à equipa portuense a terceira derrota seguida, à passagem da 18.ª jornada.

No Estádio do Bessa, o avançado brasileiro marcou aos 20 e aos 78 minutos, para dar o oitavo triunfo da Liga ao conjunto algarvio, depois do empate com o Sporting de Braga (1-1) e da derrota com o Marítimo (2-1).

"Conheço bem os jogadores que tenho e não sabia que ia ganhar, mas sabia que podíamos fazer um bom jogo e discuti-lo, mesmo com as baixas que temos", começou por dizer António Folha no final do jogo.

Questionado sobre a inesperada ausência de Paulinho, o técnico do Portimonense garantiu que o jogador não estava em condições para jogar.

"Ele sentiu-se mal. Não sem bem o que foi, mas o médico depois falará porque não sou competente para dizer o que ele tem, mas o certo é que não estava em condições", revelou Folha.

"O nosso segredo é não ter medo de abordar os jogos, aconteça o que acontecer. Tento passar isso todos os dias à minha equipa, seja fora ou em casa. A nossa ideia de jogo tem que estar presente. Não gosto que as minhas equipas tenham duas caras", frisou o técnico do Portimonense.

O Portimonense reforçou o oitavo lugar, com 27 pontos, colocando-se a um ponto de Moreirense e Vitória de Guimarães e a dois do Belenenses, enquanto o Boavista, que acumula cinco derrotas nas últimas seis rondas, ocupa o 15.º posto, com 16, um acima da zona de despromoção.

"Sabíamos que o Boavista não passa uma boa fase, vinha de duas derrotas e, aqui em sua casa, se retardássemos ao máximo as suas ocasiões de golo, se tivéssemos paciência para ficar com bola, se começássemos a ganhar profundidade no campo e se criássemos algumas oportunidades de golo, e foi isso que aconteceu, a intranquilidade acabaria por se refletir", disse ainda o técnico do Portimonense.

"A nossa estratégia passava por criar mais intranquilidade no Boavista. Queríamos apanhar o Boavista desprevenido e foi isso que aconteceu. Correu muito bem o jogo e os jogadores estão de parabéns", sentenciou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.