Francisco J. Marques voltou a afirmar que as claques do Benfica são reconhecidas por todos, excepto pelo presidente 'encarnado'. O diretor de comunicação do FC Porto refere que o Conselho de Disciplina reconhece estes grupos organizados.

Aproveitando o seu espaço de opinião no Porto Canal, o dirigente revela que os castigos do Conselho de Disciplina têm um setor reservado às claques.

“o Conselho de Disciplina assume a existência das claques do Benfica”, visto que “nos processos sumários, pode ler-se que existe um sector reservado aos GOA [Grupo Organizado de Adeptos], Diabos Vermelhos e No Name Boys”.

“O Conselho de Disciplina assume a existência dos grupos organizados de adeptos, das claques. As tais duas claques que toda a gente sabe que existem, mas que o presidente do Benfica diz que não existem”, referiu Francisco Marques, que pede mais esclarecimentos.

“Se calhar [estas claques] já estão legalizadas e nós ainda não sabemos, porque a documentação oficial da FPF refere-as como um grupo organizado de adeptos. Isto exige esclarecimentos suplementares do IPDJ, do Benfica e da FPF”, confirmou o dirigente portista.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.