Francisco J. Marques voltou a criticar o deputado do PSD, Álvaro Batista, a respeito da proposta que este apresentou na Assembleia da República e que visava esvaziar a Liga de poderes. O diretor de comunicação do FC Porto liga a proposta de Álvaro Batista ao discurso de Luís Filipe Vieira, presidente do Benfica, no almoço da Supertaça, a 5 de agosto.

"No almoço da Supertaça o Luís Filipe Vieira veio defender de novo o mesmo. Isto prova que Álvaro Batista é mais um peão do Benfica, como Adão Mendes, Ferreira Nunes, Alexandre Mestre, etc, da sua estratégia para ter o poder absoluto de tudo o que importa no futebol português e até a nível político. Quando Luís Filipe Vieira proferiu aquele discurso ficou tudo clarinho como a água. Não podemos silenciar estas coisas nem fingir que não acontecem", comentou o dirigente portista, no programa "Universo Porto" do Porto Canal.

Pedro Proença ataca PSD: "Proposta absurda e que vai ao arrepio da História"
Pedro Proença ataca PSD: "Proposta absurda e que vai ao arrepio da História"
Ver artigo

O diretor de comunicação disse ainda que a proposta de alteração legislativa apresentada na Assembleia da República por um grupo de deputados do PSD, e que visava passar para a Federação (FPF) a competência de elaborar os regulamentos de arbitragem e disciplina, tinha o ´dedo` do Benfica.

"Havia acordo amplo no Parlamento para se mudar da lei até por causa das apostas desportivas e a poucos dias da votação às escondidas, acrescentam um ponto. Isto não é jogar limpo. É muito confuso. Interessa estarmos vigilantes porque o Benfica joga com os partidos todos", finalizou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.