Frederico Varandas, presidente do Sporting, concedeu esta quarta-feira uma entrevista à SIC na qual explicou como foi estar novamente ao serviço do exército para voltar a exercer as funções de médico e capitão.

"O médico é profissão que nunca deixa de se ser. Foi arregaçar as mangas, vestir a farda e voltar. O facto de ser presidente do Sporting tornava as coisas, a nível da vida hospitalar, um pouco mais animadas", reconheceu Varandas.

"Só pelo olhar, muitos doentes conseguiam reconhecer-me. Perguntaram-me: 'Desculpe lá, mas o senhor é o doutor Varandas? Epá, temos de tirar uma selfie, nem que seja com distância'", contou.

O presidente dos 'leões' recordou ainda um episódio curioso. "O primeiro serviço de urgência com médicos, mal eu chego à sala, havia um quadro do Benfica. Então tomei a minha primeira medida: organizei-me, olhei para a parede e o quadro desapareceu", brincou o médico e dirigente.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.