Frederico Varandas foi hoje reeleito presidente do Sporting com 85,8%, correspondendo a 64.509 votos, anunciou Rogério Alves, presidente cessante da Mesa da Assembleia Geral.

O antigo diretor clínico dos ‘leões’ superou os concorrentes Ricardo Oliveira (lista B) e Nuno Sousa (lista C), que obtiveram 2,95% (2.216 votos) e 7,3% (5.408), respetivamente.

O ato eleitoral, que se realizou das 09h00 às 20h00, contou com a votação de 14.795 sócios, dos quais 12.272 no Pavilhão João Rocha e 2.523 por correspondência.

A lista A, de Frederico Varandas, foi escolhida por 12.523, a lista B por 415 e a C por 1.335.

Segundo Rogério Alves, foram registados 2.952 votos brancos, correspondendo a 513 sócios, e 20 nulos, de nove sócios.

Em setembro de 2018, Varandas, antigo diretor clínico dos 'leões', foi eleito o 44.º presidente do Sporting, com 42,32% dos votos contra 36,84% de João Benedito, com José Maria Ricciardi a ter 14,55%, seguido de Dias Ferreira (2,35%), Fernando Tavares Pereira (0,9%) e Rui Jorge Rego (0,51%).

Nesse ano, o sufrágio atingiu um máximo histórico de votantes com 22.510 sócios a exercer o seu direito de voto.

Neste ato eleitoral, os sócios votaram para uma lista única, que englobou os três órgãos sociais do clube, Mesa da Assembleia Geral (MAG), Conselho Diretivo (CD) e Conselho Fiscal e Disciplinar (CFD) e respetivos presidentes.

Durante a tarde, a votação decorreu com a maior normalidade, com as duas filas com um bom andamento e com um ambiente tranquilo em torno do Pavilhão João Rocha, local onde se realizou a assembleia-geral eleitoral. Os sócios que habitam fora da Área Metropolitana de Lisboa votaram por correspondência antes do dia das eleições presenciais.

*Artigo atualizado

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.